expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Atendendo a pedidos: Preconceito- Parte II

          Certamente ainda ficou muito por dizer sobre preconceito, então atendendo a alguns pedidos vou continuar falando de outras situações que infelizmente geram preconceitos dos mais variados tipos.
         A impressão que se tem é que ter preconceito está na moda. É moda ter preconceito? Se for, eu sempre vou ficar fora de moda.
         Claro que não somos obrigados a concordar com algumas filosofias de vida, ou alguns ideais. Não somos obrigados a concordar com tudo, mas devemos respeitar todos. Sim, isto é muito complicado. Principalmente, porque em algumas situações acabamos entrando em conflito com nós mesmos.
         Outros fatores estão relacionados com preconceito além de cor de pele, situação econômica, falta de alguns conhecimentos, tais como o homossexualismo, deficiência física ou mental, xenofobia... Sinceramente, acho que qualquer ato pode causar certo preconceito.
         A nossa realidade é simples. Para onde quer que olhemos existe o preconceito. E isso tem que parar!
         Por mais que você seja contra ao homossexualismo, não seja contra o homossexual. Contra no sentido de acepção. Ele é quem escolhe o tipo de vida que quer levar. Acredite, é possível ser contra uma escolha e não ser contra a quem escolheu. Só porque um homem ou mulher “escolheu” ser homossexual sendo você contra o homossexualismo, você vai agredir ou humilhar a pessoa? Fala sério, né!
         Se a pessoa possui uma deficiência ela é digna de pena?! Quem disse isso? Não acredito que uma pessoa que tenha qualquer tipo de deficiência seja digna de pena. Pelo contrário, essas mesmas pessoas merecem todo o nosso respeito e tem muito a nos ensinar.
         Ou então se pertence a uma cultura diferente da nossa é motivo para ser menosprezado. Uma coisa em nada tem a ver com a outra. Podemos aprender muito com outras culturas.
         Se para acabar com o preconceito devemos nos enfrentar, ou entrar em conflito com nossas ideologias, então que façamos isso logo. Pois o maior problema do mundo é justamente o preconceito. Uma vez que por preconceito, deixamos de ajudar os mais necessitados, ou os viciados, ex- presidiários que querem mudar de vida, tratamos com indiferença pessoas que tem escolhas diferentes da nossa ou por serem deficientes.
        
                                                                           (Fernanda Muniz)

Reflita! E se você possui algum tipo de preconceito, MUDE!

Fica a dica

8 comentários:

Marli Carmen disse...

Muito bem argumentado!! Continue escrevendo, vc é muito talentosa!

Fernanda Muniz disse...

Muito obrigada Marli.
Um elogio vindo de você é sempre uma honra.

Fica com Deus. Beijos!

Criss Araújo* disse...

Adorei o post, Fernanda! É uma alegria imensa ver que em meio a esse caos ainda existem pessoas que prezam pelo respeito ao próximo. com certeza a ideologia cega algumas pessoas, as quais sequer percebem que estão indo contra o que tanto pregam ao julgar as escolhas alheias. Gosto da maneira que escreves, parabéns! *-* Beijo grande, flor! ;)

Fernanda Muniz disse...

Muito obrigada pelo carinho Criss.
Fico imensamente feliz que você goste do meu trabalho. Espero ter você sempre aqui.
Grande beijo! :)

Daiane disse...

Lindo seu post!! Você escreve super bem!! E vc tem razão parece que em todo lugar e em tudo tem o preconceito, em alguns caso é moda mesmo.
Vou voltar mais vezes no seu blog querida, vc tem um talento e tanto!!!
Bjs
Daiane
nouniversodaliteratura.blogspot.com

Fernanda Muniz disse...

Agradeço de coração pelo carinho.
Espero então manter a qualidade para sempre merecer sua visita. rsrs :)
Beijos!

Karen Pereira disse...

Ameeeeeei Nanda! Obrigada por atender ao meu pedido, adoro seus textos, tu escreve bem demais!

Beijos!

http://aultimacanafistula.blogspot.com/

Fernanda Muniz disse...

Ahahaha! *-*
Foi um prazer!
E eu adoro ler os seus!
Parabéns por seu talento linda! :)

Beijos!