expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Com você aprendi

   Com você aprendi a ser bem mais eu. Na verdade, ao seu lado eu me redescobri. Descobri novos sentimentos, novas sensações, novos desejos. Redescobri o lado da vida, redescobri minha essência.
   Com você aprendi a sorrir mesmo tudo quiser me fazer chorar. Aprendi que é possível ser terna e dura ao mesmo tempo. Aprendi a lutar com mais afinco. Aprendi que é possível fazer palhaçadas quando todos querem seriedade e que isto não é imaturidade, e sim, um conceito diferente de se viver.
   Com você redescobri a ternura por trás de “Eu te protejo!” ou “Não posso ficar longe de você!”. Redescobri que é possível amar e que cada amor é marcado por sua essência. E, que não devemos comparar amores. Apenas devemos amar como se nunca tivesse amado.
   Com você redescobri a alegria de se sentir completa. A doçura em ficar sentada por horas fazendo planos. E a ansiedade por realizá-los.
    Ao seu lado, eu quis realizar tudo o que antes estava escondido. Ao seu lado, eu vivi lindos sentimentos que por tempo me privei de senti-los.

    Com você aprendi a ser feliz. Aprendi o valor dos mais sinceros sorrisos. Aprendi que a gentileza, a ternura, o afeto, o respeito nunca saem de moda. Aprendi a amar novamente. Aprendi a ser forte. Aprendi o que de verdade significa ser gente.

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Sua partida

   Sua partida deixou um enorme vazio. Não por dependência. Apenas pela necessidade de se ter uma boa conversa, um abraço sincero, pela necessidade em sorrir espontaneamente.
   Apesar de tudo, continuo firme. Lutando para realizar tudo o que um dia conversamos, mesmo que tudo tenha ficado monótono. Continuo acreditando em tudo que passamos a sonhar juntos, mesmo sabendo que não realizaremos mais juntos. 
   Acordar com a certeza de que não nos veremos como antes e com a incerteza de que nada irá mudar só faz essa dor aumentar. Dizem que o melhor amor que existe é este que vivemos. Aquele que nasce de uma amizade. Contudo, creio que ele seja de longe o mais cruel. Pois, quando ele se torna impossível, a amizade segue sendo possível. E mais que isso. Segue forte. Cada vez mais intensa. É neste ponto que tudo fica mais cruel. As diferenças que nos separam como casal são as mesmas que nos unem como amigos. Vai entender... 
  O que sei é que sua partida fez com que tudo ficasse enfadonho. Não tenho suas gargalhadas fora de hora, suas palhaçadas. Não tenho aqueles solos de guitarra. Não tenho teus abraços, seus carinhos. Não tenho você. 

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Curioso pensar

   Curioso pensar que você sempre esteve ao meu lado e que nunca te notei de verdade. Suas qualidades nunca chamaram minha atenção. Até que um gesto seu fez tudo mudar. Você não só chamou minha atenção, você me conquistou.
   Curioso lembrar que seus gestos de ternura sempre existiram. Contudo, nunca me fizeram tão bem quanto agora. Nunca me trouxeram tanta paz e segurança quanto agora.
   Curioso sentir que não tenho mais medo. Sentir que não há mais motivos para fugas. Sentir que as buscas acabaram. Eu encontrei você, ou melhor, você me encontrou.
 


(Fernanda Muniz)