expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

sábado, 30 de maio de 2015

Palavras

   Não poderei definir com exatidão o bem que seu amor me faz.
   Conseguirei menos ainda expressar todo o meu amor por você.
   Pouquíssimas palavras fariam jus.

   Não me preocupo com nossos defeitos ou nossas futuras brigas.
   Pois, o que mais me fascina em nós, é a força que temos juntos.
   São os defeitos que nos tornam únicos.

  Sinto-me completa em cada momento nosso.
  Não seria justo resumir um sentimento tão puro assim em uma frase, de certo que não.
  Mas quando dita com sinceridade,
  Passa a preencher qualquer dúvida de vocábulos.

  Seria perfeito se eu pudesse lhe dizer agora.
  Seguraria uma de suas mãos, olharia em seus olhos,
  Acariciaria seu rosto, juntaria todo o amor em um suspiro, e finalmente lhe diria : Eu amo você!



                                                                                    (Fernanda Muniz)

quinta-feira, 7 de maio de 2015

Verdadeiro

   Certa vez, questionaram-me sobre o que sinto por você. Confesso que achei graça na pergunta, e até curiosa. Entretanto, gentilmente respondi.
    Respondi que em você eu tenho a certeza do que é verdadeiro. Com você sinto aquele friozinho no estômago. Sinto minhas pernas trêmulas. Um turbilhão de sensações inexplicáveis. Em você sinto que tudo se completa, se renova. Sinto a ternura de um sentimento constante e intenso. Sinto a calmaria de um dia agitado.

   Novamente fui questionada sobre ter dito: A calmaria de um dia agitado. Então sorri meio sem jeito, e tentei continuar. 
 
  - Sabe quando o seu dia está super corrido, e você tem a sensação de que vai explodir. E de repente, você encontra algum motivo para se acalmar, e tudo fica calmo de novo. Não importa o quanto está agitado. Esse motivo que me acalma é o amor que sinto.- sorri enquanto expliquei. E fui mais além.

  - Sinto paz quando vejo o sorriso dele. Fico parada por horas se deixar. Tudo ganha um sentido quando ele está por perto, mas quando está longe, meu pensamento me traí e me leva para perto. Quase que inconsciente. Quando amamos é assim, você sabe de todos os defeitos da pessoa amada, mas nem liga, pois você tem a certeza de que são esses defeitos que a tornam única, e única para você. Aceitamos a pessoa como ela é, e no fim, mudamos, melhoramos o que há em nós totalmente para aquela pessoa. E fazemos isso apenas por uma determinada pessoa. Passamos a fazer coisas que jamais foram feitas, passamos a dizer o que nunca foi dito antes. Se isso não é verdadeiro, se isso não é amor de verdade, eu honestamente desconheço o amor em sua essência. Pois, para mim, para ser amor, tem que ser de verdade. Tem que ser por inteiro, terno, para sempre. Mesmo que o sempre seja breve. Verdadeiro é o que me move até ele. - resumi.