expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

domingo, 21 de outubro de 2012

Fases

    Fases. Como são importantes! Tudo que vivenciamos possui suas fases. Nossa vida, nossos sonhos, nossos desejos, e principalmente, nossos relacionamentos. Nossos sentimentos... são deles as fases mais prazerosas para nós.
    Cada fase tem quase que um "cheiro" característico. Quando começamos a conhecer alguém, por exemplo. Cada parte de uma conquista tem seu próprio aroma, até que o aroma preferido seja o perfume da pessoa que então passamos a amar. No começo não é nada, nunca é. Alguém pergunta se estamos gostando de alguém e sempre dizemos que não. Essa fase é uma das mais difíceis, pois temos que assumir nossos sentimentos. A próxima fase é mais prazerosa ainda. É a fase da conquista. É nesta fase que nosso coração começa a disparar, o ar parece sumir, as pernas perdem a firmeza ( quem já amou de verdade, entende o que eu digo). Então, vem a fase de poder vivenciar cada sonho que se tem, curtir cada sensação, descobrir cada sentimento. Esse é só um exemplo de como as fases são importantes. Cada passo. Apenas a "paquera", depois apenas o namoro. Sim namoro apenas. Respeitar as fases de um relacionamento, te ensina a ter respeito por você e pela pessoa que você escolheu.
    Claro que a vida também tem suas fases nada agradáveis. Mas nem por isso são prazerosas. Exemplo: quando você "sofre" para conquistar determinado sonho. Quando a vitória chega, vem o prazer e a percepção de que todo aquele "sofrimento" no final foi muito bom, pois você percebe o quanto você aprendeu e aprende a dar mais valor. É a velha história... Tudo que vem fácil vai fácil. Sem luta a vitória não tem valor. E, talvez, essa fase não nos pareça tão agradável muito menos prazerosa. Então se estás passando por algum momento assim, tenha a certeza de que lá na frente você entenderá tudo.
     Bom, não dá para falar sobre todas as fases que aprendemos. Entretanto deixo uma dica simples. Apenas viva. Viva cada sonho, cada parte de seu relacionamento, cada fase de sua vida. Sempre de forma especial e única. Viva cada fase de forma intensa e verdadeira! Apenas esta dica. Deixe que aconteça tudo no seu tempo, tudo de forma natural, mas ao mesmo tempo, não deixe de fazer aquilo que se ama! Seja você mesmo, e deixe que as fases sejam apenas fases, todas com sua importância, mas saiba que nenhuma será eterna.

                                                                                                    (Fernanda Muniz)


Pense nisso!
Fica a dica!

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Lembranças

   Estou aqui há horas, você sabia?! Claro que não! Conversar com você é apenas um delírio meu. Um desejo que é cada vez mais forte. Um desejo da minha alma.
   Disseram-me que eu devo parar de desejar certas coisas que o tempo não pode mais me permitir. Disseram-me que é hora de jogar tudo fora. Mas como se joga fora uma vida? Não sei como! Eles dizem isto por não saberem o quão difícil é para mim, ter tudo isto na mão e se quer não poder tocá-las. Dizem isto pois não saberem que quando algo vem da alma ela vive na alma. Apenas isto. Vive mesmo sem motivo. Vive mesmo sem viver.
   Aqui estão todas elas. Estou com cada uma, e tenho o que me restou de você na minha frente. E enquanto converso com minha dor, enquanto negocio forças com o meu corpo para me manter em pé a cada dia, você continua aí. Afinal, não há mais nada o que fazer não é mesmo?! 
   Disseram-me que devo deixar você ir embora, que devo deixar tudo aqui com você. Entretanto, não estou pronta para fazer isto. Nunca estive. Não sei de que forma posso fazer isto. É tudo tão forte e tão intenso, tão real. Que fazer isto seria deixar que a dor me esmague.
   O silêncio se tornou meu melhor amigo. Tenho conversado todos os dias com ele desde que... Ele sempre me escuta. Mas nem ele é capaz de diminuir este vazio.
   Então me diga! Como posso enterrar nossas lembranças se elas são minha herança. São tudo o que me restou. Nossos sonhos, palavras, gestos... tudo? Como posso te entregar tudo o que me manter forte e viva? Como posso esquecer nossas lembranças se nem mesmo esqueci de você?


                                                                                                              (Fernanda Muniz)