expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Aprendendo com a dor

       Há quem diga que não se há nada para se aprender com a dor, pois a dor não é boa. Há quem diga que a dor é boa pois nos faz crescer como ser humanos, passando por ela ficamos ainda mais fortes. Complicado isso, né?! Como a dor pode ser boa? E por que não se há nada para aprender com ela se aprendemos de tudo em todas as situações na vida?
        Recentemente, eu sofri uma perda. E através dessa perda, durante todo o sofrimento que tive, eu percebi outras coisas que também me fizeram sofrer. Mas pudi aprender um pouco mais a viver com tudo o que passei. Pudi perceber erros meus e acertos também. É assim que se pode aprender com a dor.
        Entretanto, a dor pode te levar a uma depressão por exemplo. E isto é muito perigoso. É neste instante que pensamos o quanto a dor é desnecessária. E eu cheguei nesse ponto também.
        Aprenda uma coisa querido(a), se alguém não te dá o devido valor, então não dê valor. Sabe aquela história de dar atenção a quem te trata como prioridade? É isso mesmo. Quem te trata como opção, quem te procura somente diante de necessidades, não merece nem sua amizade nem sua preocupação muito menos sem amor. Não estou falando em odiar a pessoa. Até porque isso não agrada a Deus. Estou dizendo, afirmando sem medo de errar, que você deve deixar pessoas assim por último em sua lista de prioridades. Você tem que vir em primeiro lugar, claro que nunca sendo egoísta.
        Se uma pessoa que você ama muito te deixou ou infelizmente faleceu, pode ter certeza de que sua vida não pode parar. Sei que quando isso acontece ficamos fracos, sem vontades, sem desejos. Mas, sim, a vida tem que seguir. É a velha história de não deixar o show acabar, pois só vai acabar no seu tempo certo.
        Não caia "no papo" de que há perdas que iremos sentir menos, ou que seja mais fácil de se aceitar. Perdas são perdas. Dói e vai doer sempre. E, por mais louco que seja, você deve sim sofrer o tempo que for necessário para que se aprenda a lidar com a perda. Ou isto te perseguirá eternamente.
       Seja qual for a perda, qual for o momento, Deus sempre irá colocar pessoas na sua vida para te ajudar, te apoiar. E aí vai do mais íntimo ao desconhecido. Sim, porque em muitos casos, o apoio vem de onde menos se espera. Mesmo que você não acredite em Deus, mesmo que você pense que tudo isto é besteira, Ele sempre estará do seu lado, enviando pessoas que te façam acreditar que enquanto você tiver fôlego deve-se lutar por si mesmo. Sempre haverá situações que te fará lembrar da pessoa que se foi ou de uma determinada situação difícil que você tenha passado. Em contra partida, sempre haverá pessoas do seu lado loucos por um sorriso seu, pessoas que te faça desejar e sonhar com tudo o que você sempre quis mas nunca teve coragem de realizar.
        Lembre-se, a vida é muito curta porém muito especial. Só se vive uma vez. Então desfrute de cada sentimento que a vida te oferece. Curta cada pessoa que ela te dá. E lembre-se acima de tudo, a frieza torna uma pessoa vazia.
                                                                                                                                                                                                                  
Pense nisso!
Fica a dica!
                                                                                                              ( Fernanda Muniz)

domingo, 8 de julho de 2012

Surpresas

       E de tanto perder, de tanto sofrer, vem a decisão de apenas se fechar para o mundo e viver dentro de uma espécie de cúpula. Uma espécie de proteção. Um muro que separa o mundo real do mundo que se criou.
      Um belo dia, seguindo uma vida tranquila, dentro da normalidade se é que isto existe, se percebe a presença de alguém tentando pular este muro, tentando quebrar toda aquela proteção que se foi criada. Você se defende o tempo todo, mas ela nunca desiste. Não desiste de te mostrar que aquela proteção é totalmente desnecessária. Você se faz o mais forte que pode, até que chega um momento que se entrega.
      Essa pessoa então começa a mudar seu mundo, até que te domina, te conquista. Mostrando todos os sentimentos esquecidos outrora. Todos os sonhos e desejos que haviam sido guardados em uma caixa de recordações.
      Surpresa! Você está completamente apaixonado. Envolto em um mar de sentimentos e sensações. Mar este, que de tão esquecido, parece estranho. Você não sabe o que fazer nem como reagir. Apenas sabe que  deve deixar esse mar te levar a lugares tranquilos e lindos. Vistos outrora, mas dessa vez de uma forma diferente. Uma forma intensa. Nesse instante se descobre que o amor, pode existir mais de uma vez, e sempre existirá e viverá de formas diferentes, com intensidades mas sempre verdadeiramente nos trazendo a felicidade.



                                                                                                              (Fernanda Muniz)