expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Curioso pensar

   Curioso pensar que você sempre esteve ao meu lado e que nunca te notei de verdade. Suas qualidades nunca chamaram minha atenção. Até que um gesto seu fez tudo mudar. Você não só chamou minha atenção, você me conquistou.
   Curioso lembrar que seus gestos de ternura sempre existiram. Contudo, nunca me fizeram tão bem quanto agora. Nunca me trouxeram tanta paz e segurança quanto agora.
   Curioso sentir que não tenho mais medo. Sentir que não há mais motivos para fugas. Sentir que as buscas acabaram. Eu encontrei você, ou melhor, você me encontrou.
 


(Fernanda Muniz)

2 comentários:

Luana Melo disse...

Oi Nanda!
Esse textinho me fez lembrar de mim e do meu esposo sabe?
Éramos melhores amigos, contávamos tudo um ao outro e nunca houveram segundas intenções... De repente uma coisa diferente nos fez despertar para um sentimento que dura e cresce até hoje.
Acho que esse é o melhor tipo de amor (não desmerecendo os outros). O tipo que só se revela quando se sente seguro e se revela em toda a sua dimensão... O amor é realmente algo "curioso".
Amei essa parte:
"Sentir que não há motivos para fugas. Sentir que as buscas acabaram."
Beijos! <3
Lua.

http://luahmelo.blogspot.com
Insta:@blogpensamentoad
Twitter: @PENSAMENTOAD

Fernanda Muniz disse...

Minha linda!!

Como amo entrar aqui e saber que recebi sua visita.
Muito obrigada pelo carinho de sempre.
Esse texto ficou tão fofo, tão suave... Foi tão fácil escrever...

Fico muito feliz que tenha gostado. Muito mesmo.

Beijão! <3