expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

domingo, 8 de julho de 2012

Surpresas

       E de tanto perder, de tanto sofrer, vem a decisão de apenas se fechar para o mundo e viver dentro de uma espécie de cúpula. Uma espécie de proteção. Um muro que separa o mundo real do mundo que se criou.
      Um belo dia, seguindo uma vida tranquila, dentro da normalidade se é que isto existe, se percebe a presença de alguém tentando pular este muro, tentando quebrar toda aquela proteção que se foi criada. Você se defende o tempo todo, mas ela nunca desiste. Não desiste de te mostrar que aquela proteção é totalmente desnecessária. Você se faz o mais forte que pode, até que chega um momento que se entrega.
      Essa pessoa então começa a mudar seu mundo, até que te domina, te conquista. Mostrando todos os sentimentos esquecidos outrora. Todos os sonhos e desejos que haviam sido guardados em uma caixa de recordações.
      Surpresa! Você está completamente apaixonado. Envolto em um mar de sentimentos e sensações. Mar este, que de tão esquecido, parece estranho. Você não sabe o que fazer nem como reagir. Apenas sabe que  deve deixar esse mar te levar a lugares tranquilos e lindos. Vistos outrora, mas dessa vez de uma forma diferente. Uma forma intensa. Nesse instante se descobre que o amor, pode existir mais de uma vez, e sempre existirá e viverá de formas diferentes, com intensidades mas sempre verdadeiramente nos trazendo a felicidade.



                                                                                                              (Fernanda Muniz)

8 comentários:

Vinícius Costa disse...

Oi!!!
Lembra de mim, o Vinícius do Jovem, Tolo, Feliz?
Vim aqui avisar que o blog mudou de nome e link.
Agora atendemos por Livros e Rabiscos e somos acessados pelo endereço www.livroserabiscos.com
Espero que continue acompanhando as novidades e visitando!!
Beijos...

Gabriela Lemos disse...

Amei o texto. *..*
Bem a cara de apaixonada mesmo. É tão bom passar por isso. rs'

super curti: "...se descobre que o amor, pode existir mais de uma vez, e sempre existirá e viverá de formas diferentes, com intensidades mas sempre verdadeiramente nos trazendo a felicidade."

Um abraço flor. Beijo

Fernanda Muniz disse...

Gabii *-*

Muito obrigada flor!
Eu super curto sua presença aqui... rsrs

Beijos :D

Fernanda Muniz disse...

Sempre vou acompanhar! :D

Irinia Zachello disse...

Ai flor!

Eu já estou na cúpula mais protegido que vidro a prova de balas. Acredito no Amor, mas não para mim. E vc descreve no início exatamente o que eu estou vivendo. Mas ninguém tem tentado pular esse muro, pois estou mais escondida que tartatuga no casco! Mas eu to bem assim , não estou deprimida...

Adorei o seu texto. E na verdade é exatamente assim que acontce, quando nos permitimos!.

bjos Garota.

Carol disse...

Que texto maravilhoso!!
Super gostoso de se ler!
Bate até aquele friozinho na barriga (só que, dessa vez, psicológico!) rsrs.

Um beijo bem grandão!
Carol Benazzato
www.sonhosdescritos.blogspot.com

Fernanda Muniz disse...

Pois é! Por algumas razões, eu voltei a esta cúpula. rs
Fico muito feliz que você tenha se identificado com este texto.
Muito obrigada. De verdade.
Beijão.

Fernanda Muniz disse...

Obrigada flor!
Espero então continuar sempre assim.

Beijo.