expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

domingo, 10 de junho de 2012

Basta!

        Existem situações que temos que dar um BASTA. Sim, é essa palavra que define nossos sentimentos quando nos vemos de certa forma até oprimidos por alguma pessoa que insiste em dar palpites. Não há mais nada que estressante quando há pessoas assim do nosso lado.
        O tempo passa, e cada vez mais nos sentimos sufocados. Sufocados por ouvir as mesmas ladainhas de sempre, e vendo as mesmas cenas de sempre. Pessoas dizem o tempo todo nos conhecer, mas apenas sabem nosso nome, nosso endereço, onde trabalhamos. Enfim, nada que define o grau de conhecimento. Porque nos conhecer é saber o que realmente gostamos ou não e respeitar. É saber nossos desejos e respeitá-los. É entender nossos momentos e ainda sim, estar ao nosso lado para nos apoiar. É nos ajudar sem nos julgar, apenas entender. E dar conselhos, claro. Nos dizer sim quando estamos errados. Mas nunca ultrapassar limites e querer tomar decisões por nós.
        BASTA! O controle da vida é nosso. As escolhas são todas nossas, e porque não as consequências também. Afinal, são nas dificuldades que nos fortalecemos cada vez mais. É, em muitas situações, que transformamos lágrimas em rochas. Nossas fraquezas em forças. Nenhuma situação pode ter poder para definir quem somos, isso cabe somente a nós.
        Falar, julgar, criticar, qualquer um pode fazer. Mas tomar para si todas as criticas sem fundamentos, os julgamentos ruins, é escolha nossa. Aceitar que nós somos o que falam é de nossa inteira responsabilidade. Pense sempre que não é o que falam de nós que diz quem somos e sim o realmente somos. Sim, o que somos. Somos um poço de dúvidas, de sede por conhecimento, desejo intenso em descobrir novos sentimentos e sensações. Somos uma mistura de sentimentos intensos com desejos quase impulsivos. Somos o que somos e absolutamente ninguém irá mudar isso.
        Quem quiser falar, que fale. Quem quiser julgar, que julgue. Isto não fará diferença. Mesmo que nos machuque, seremos fortes e faremos nossas vontades. Lutaremos até o fim por nós e por tudo o que acreditamos!
                                                                                                     (Fernanda Muniz)

8 comentários:

Gabriela Lemos disse...

ALgumas pessoas acham mais cômodo se importarem com a vida dos outros do que com a própria, mas talvez isso já seja uma herança que nos foi dada e que dificilmente conseguiremos perder. Uma boa reflexão. Beijo Flor. :)

Fernanda Muniz disse...

Verdade!
É por isso que a sociedade está cada vez mais corrompida com valores cada vez mais inversos.

Obrigada meu anjo!

Camila Darc disse...

Olá, Flor!
Obrigada por passar pelo meu blog estou seguindo o seu tb. viu?
Beijos e sucesso!
http://nolimitedaleitura.blogspot.com.br/

Fernanda Muniz disse...

Eu que agradeço por passar aqui!
Igualmente.
Beijos

Luana Melo disse...

Que força hein?
Adorei a enfase e a sinceridade que senti em cada palavra!
A sua vida pertence a você e só a Deus interessa.
Adorei o texto Nanda!
Beijinhos*

http://luahmelo.blogspot.com

Fernanda Muniz disse...

Confesso que ele parece bem pessoal...rsrs

Concordo com você. Só a Deus mesmo.
Muito obrigada flor pelo carinho de sempre.

Beijão *-*

Flávia disse...

Quem nunca teve do seu lado um chato que parece que quer tomar o seu lugar? Decidir tudo por você? Acha que por mais antipático que pareça, a melhor forma as vezes de fazer essa pessoa se tocar e ser curto e grosso, direto. Adorei o blog e estou seguindo.

Thoughts-little-princess.blogspot.com

Fernanda Muniz disse...

Flávia, concordo plenamente com você!
Seja bem vinda, e desejo ter sempre sua presença aqui. :D

Beijos e obrigada flor!