expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Mistério

   Você tenta decifrar meus pensamentos através do olhar, e acho isso incrível. Entretanto, creio que não conseguirás descifrar algo que tenho usado para nos decifrar.
    Tento decifrar todo esse mistério que nos une. Em qual parte da nossa história o amor aconteceu? Em que momento você se tornou o motivo do meu sorriso e eu o seu? Exatamente quando nos apaixonamos tão intensamente? 
   Perguntas sem respostas que me fascinam. Simples assim. Perco-me em meus pensamentos enquanto te fito enlevada. Seu olhar igualmente intenso. Seu sorriso igualmente feliz. Seu abraço silencioso. Sua ternura. Toda essa junção de sensações e ações, respondem todos os meus questionamentos de maneira diferente. 
   Posso não saber exatamente quando as coisas aconteceram para nós, mas sei que aconteceram. E sei como isso faz com que eu me sinta em relação a tudo. Posso não saber coisas que passei a considerar triviais. Contudo, sei que nossas vidas se completam. Sei que você possui a melhor parte de mim. Sei exatamente o que sinto quando nossos olhares se encontram e o quanto aprecio seus olhares e sorrisos, todos eles. O quanto aprecio seu jeito, e até seus defeitos. A forma como levanta a sobrancelhas quando fala e como sorri quando está com raiva. E o quanto te amo.
   Mistério. Esse tipo de questionamento será sempre um mistério para mim. Mas, tudo bem. Eu não tenho pressa. Tenho uma vida inteira.


(Fernanda Muniz)

2 comentários:

Luana Melo disse...

Nanda!
Cheguei para a minha visitinha! *-*
Uma coisa que amo em seus textos é a fluidez e a simplicidade tocante. Sinto como se você esteve me contando todas essas coisas bem aqui do meu lado.
Você é dona de uma escrita que aproxima. Amei o texto!
Beijos amiga!

http://luahmelo.blogspot.com

Fernanda Muniz disse...

Ah! Que lindo, Lu!!
Fico muito emocionada com seus comentários. E mais ainda por você gostar do meu trabalho, afinal sou sua fã.

E um dia estarei ao seu lado, mas não contando meus escritos, e sim entregando meu livro.
Um xero! :*