expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Descobertas

           Assim como as sensações, as descobertas também são rios que deságuam num mar chamado amor.
            Toda e qualquer descobertas são mágicas, marcantes. Remetem-nos a um mundo que nos fascina cada vez mais. Ficamos feitos bobos descobrindo novas sensações, sonhos, sentimentos, momentos.
            Todas elas são prazerosas, até mesmo as ruins. Pois, no fim se descobre que o que não deu certo era apenas para não acontecer, e todo o momento de dor foi apenas uma preparação para ficarmos ainda mais fortes. E o que deu certo é uma espécie de recompensa por ter sido firme quando necessário. Entretanto as melhores descobertas são aquelas que são feitas ao lado da pessoa que amamos.
            Quando estamos ao lado da pessoa amamos percebemos cada detalhe nela. Observamos a forma de olhar, o sorriso, o andar, o respirar, o corpo, exatamente tudo. Estudamos cada detalhe. E a cada descoberta, surge uma mais marcante. Que a cada descoberta você fica mais envolvido, mais apaixonado, o amor simplesmente cresce.
            Descobrimos o ponto fraco. O modo de fazer sorrir quando se quer chorar. O modo de se fazer ficar calmo quando se quer quebrar o mundo. Descobrimos o modo de se fazer relaxar quando se está estressado.
            E no instante que deixamos o sentimento falar mais alto, nós descobrimos que sempre, em qualquer ocasião, um olhar fala por si só. Fala muito mais alto e claro do que qualquer palavra. E em cada olhar, fazemos a descoberta que palavras são facilmente levadas pelo vento, entretanto as ações e os olhares, sobretudo o olhar, ficam eternamente guardados em lugar que somente nós saberemos.


                                                                                                           (Fernanda Muniz)

6 comentários:

Luana Melo disse...

O que posso dizer desse texto???
Simplesmente LINDO* Amei esse trecho aqui:
" E em cada olhar, fazemos a descoberta que palavras são facilmente levadas pelo vento, entretanto as ações e os olhares, sobretudo o olhar, ficam eternamente guardados em lugar que somente nós saberemos."
Como sempre tocante as suas palavras Nanda! Amo Lê-la!
Beijos*

http://luahmelo.blogspot.com

Fernanda Muniz disse...

Lindaaa! *-*
E, eu amo cada visita sua.
Que nada flor. A gente tenta.kkk
Obrigada pelo carinho de sempre!

Beijão

Jayme Oliveira disse...

Lindo o texto, adorei
Bjs

Fernanda Muniz disse...

Obrigada Jayme!

Espero ter sempre sua visita.

Beijos

Lara Duarte disse...

Que lindo esse texto!!!!
Gostei muito!
Um olhar fala por si só!

Um grande beijo
Lara - Magia Literária

Fernanda Muniz disse...

Obrigada lindaa!
Fico muito feliz por você ter gostado!

Espero ter sempre sua presença por aqui.

Beijão!