expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

terça-feira, 8 de março de 2016

Difícil descrever

   Difícil descrever o que sinto quando há o encontro dos nossos olhares. Parecer ser tão clichê definir tal sentimento. Corpo estremece, coração dispara, e disfarço tudo com um sorriso tímido.
    Difícil descrever o que sinto quando vejo seu sorriso. Ouso dizer que é um dos sorrisos mais lindos que já presenciei. Presenciar seu sorriso é contemplar uma beleza que nos tira o fôlego.
    Sua pele, seu cheiro, seu olhar encontrando o meu, troca de sorrisos tímidos. E em um momento eu me pego pensando na sua reação se você soubesse. E, apenas por um momento, nesses raros momentos em que estamos juntos, se é que posso dizer juntos, fico desejando que esta verdade seja revelada a você. E, poder assim sentir teu abraço e teu beijo.  
    Difícil descrever a maneira que me acho nos teus olhos. A forma que o mundo que se descortina diante dos teus olhos completa o meu.
    Difícil descrever a sensação que ti e tenho ao ouvir sua voz. Ouso dizer que é uma das minhas canções prediletas.

    Não sou capaz de determinar o exato momento em que tudo mudou. Não sou nem capaz de determinar o que mudou de fato. Contudo, você fez algo renascer. Floresceram novos sentimentos e fez com que outros reacendessem. E, um desses é o desejo de descobrir tudo isso ao seu lado. 






(Fernanda Muniz)

2 comentários:

Luana Melo disse...

Oi Nanda!
Quanto tempo amiga! E que bom que vim hoje, como sempre sou suspeita pra falar mas lendo esse texto me deparei com um fato: me sinto lendo um diário quando leio os teus escritos, pela verdade e sentimento que eles passam. Amo isso!
Um beijo e até mais!
Lua.

http://www.luahmelo.blogspot.com

Fernanda Muniz disse...

Oi, Lu!!!


Que lindo!
Eu não consigo descrever a emoção que sinto quando leio seus comentários.
Certamente cada texto meu tem muito de mim. Cada sentimento, cada sensação, cada emoção, cada momento vivenciado se torna um texto.

Fico muito feliz que tenha gostado.

Mil beijos!