expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Amor antigo

   Hoje, de uma maneira especial, sua imagem me veio a cabeça. Foi diferente. Não digo que foi melhor ou pior. Apenas diferente. Mas teve uma coisa que não foi diferente. O amor com que lembrei. O afeto com que vi sua imagem. O carinho e sensibilidade.
   Fui traída por meus pensamentos. Eu que achei que tivesse esquecido. Acho que esqueci apenas os motivos das brigas, dos afastamentos, mas você, o que sinto, jamais poderei esquecer. Isso é fato. Tão fato, que sonho com você noite após noite. Tanto tempo se passou, tanto já foi alterado, e esse amor permanece quase que intacto. Apenas mais forte.
   Às vezes me pego pensando em como esse amor pode ser tão "antigo" e não estar desgastado com o tempo. Quer dizer, não é isso que acontece com as construções?! O tempo vem, e as atingem em sua juventude, em seu auge. Entretanto, lembro que o desgaste apenas atinge construções feitas pelo homem, e não as erguidas pelo próprio tempo.
   E neste amor tão "antigo", que parece se renovar a cada dia, desejo-te ainda mais. Desejo ser para você o que você quiser e precisar. Desejo oferecer-te um amor como o nosso. Perfeito com todas nossas imperfeições. Entrosado com todas as nossas discussões. Protetor com toda essa distância. Tudo porque aprendemos que o amor apenas precisa ser verdadeiro, não perfeito. Afinal, a vida nos ensina tanto que o perfeito é ilusório.
   E neste amor que todos insistem em chamar de antigo, e às vezes, ultrapassado, eu desejo te dizer que não há amor antigo. Ele existe e ponto. E que ele renova suas forças em nossos sonhos e desejos. É em nós que ele cresce, se desenvolve, mas nunca morre. E, é em você, que meu amor vive. Pois em você encontrei tudo o que faltava em mim.


                                                                                                           (Fernanda Muniz)

4 comentários:

Marcos de Sousa disse...

Amores verdadeiros são marcantes, não passam.

Beijo

O mundo sob o meu olhar

Fernanda Muniz disse...

São sempre eternos!!

Beijo!

Fernanda Bizerra disse...

Bom creio que escolhe um dia que eu precisava ler os teus textos porque tudo que esta escrito aqui é como se eu estivesse mim vendo em cada palavras..

Beijokas!

Fernanda Muniz disse...

^-^ Espero continuar sempre assim, fazendo textos cada vez melhores!

Beijos!